domingo, 10 de maio de 2009

Corrida - Espanha

Quem só soube dos resultados do treino e da corrida sem assistí-los, pode pensar que Button venceu a corrida sem sobressaltos, de ponta a ponta. Pois não foi bem o que aconteceu. Apesar da falta de ultrapassagens, houve bastante variação nas primeiras posições e Button foi o único que conseguiu terminar onde começou: na ponta.

Logo na largada, Barrichelo saltou para a primeira posição, pegando o vácuo de Button e tomando a chicane pelo lado de fora. Enquanto isso, Massa era espremido por Vettel e mesmo assim o ultrapassava e, no contorno da primeira chicane, um acidente rocambolesco tirou Trulli, Buemi, Bourdais e Sutil. A pista ficou repleta de destroços e o safety-car foi acionado.

Nesse momento e até a primeira parada, Rubens parecia ter a corrida sob controle. Isso porque pararia uma volta depois de Button e Massa segurava atrás de si quem poderia ameaçar a dobradinha da Brawn: Sebastian Vettel. Na relargada, Alonso fez uma linda ultrapassagem em Webber mas tomou o troco em grande estilo, ainda antes do fim da reta principal.

Mas na primeira parada, a corrida começou a mudar. Button parou e colocou 9.3s de combustível, enquanto Barrichello, uma volta depois ficou parado 6.7s. Não demorou pra todos perceberem que, com Barrichello fazendo voltas entre 0.6s e 1.1s mais rápidas que Button, as táticas eram diferentes. Enquanto isso, Massa, que tinha a vantagem de parar uma volta depois de Vettel, entrou nos boxes junto com o alemão, mantendo a terceira posição.

Barrichello conseguiu colocar cerca de 15s de vantagem sobre Jenson, quando da segunda parada. Porém, ao voltar dos boxes, não conseguiu manter o mesmo ritmo do segundo stint e acabou perdendo terreno para Button. Jenson fez seu pit-stop, depois de um trecho muito longo de 29 voltas. Foi aí que conseguiu vencer a corrida, mantendo um ótimo ritmo, mesmo com o carro pesado. Barrichello fez a parada uma volta depois e conseguiu garantir a dobradinha da Brawn, não sem antes ser pressionado por Webber, que fez ótima corrida, assumindo o 3° lugar depois da última rodada de paradas nos boxes.

Massa chegaria em 4°. Chegaria. Porque a Ferrari conseguiu errar no seu último reabastecimento e o brasileiro teve que se arrastar nas últimas 5 voltas e entregar posições pra Vettel e Alonso. Estratégia estúpida, pois ele poderia imprimir um ritmo forte quando a Ferrari percebeu que o combustível não era suficiente e voltar ainda à frente de Alonso depois de um splash & go. Patética a equipe italiana que viu Kimi, prejudicado por um erro no sábado, quebrar no início da corrida.

Heidfeld ainda pontuou com a BMW e Rosberg fechou a zona de pontos. Nelsinho, que andou bem nos treinos, não evoluiu na corrida e terminou em 12°.

As ruas do principado vão ver uma disputa acirradíssima depois da polêmica Barrichello/Brawn.

Nenhum comentário:

Postar um comentário